Casa de Oxum

Home

A Casa

Seu Zelador

Umbanda

Calendário

Informativo

Orixás

Fotos

Localização

Contatos

SEU ZELADOR

A CASA DE OXUM tem como presidente e diretor de culto o zelador de santo Jorge Henrique Velloso. De formação básica católica, ele começou a se envolver com os mistérios do além ainda bem cedo, por volta dos 7 anos de idade, quando começou a ter visões e sonhos considerados “estranhos”. Por ser neto de uma mãe pequena (Mãe Hilda), já desencarnada à época, foi encaminhado a uma instituição religiosa de base kardecista, a qual o orientou quanto aos caminhos a seguir. Mais alguns anos se passaram e, por uma “coincidência do destino”, começou a freqüentar a Casa do Pai Edgard, onde efetivamente começou sua trilha espiritual com manifestações mediúnicas de incorporação. Em 1975 deixou o terreiro que freqüentava para acompanhar a Mãe Tânia do Ogum Guerreiro na abertura de sua Casa de Santo, assumindo tarefas de primordial importância no terreiro. A partir de então começou a se formar o grupo que criaria a CASA DE OXUM. Em 1978 Jorge afastou-se do Centro de Ogum Guerreiro, começando, assim, a empreitada para a abertura de sua própria Casa de Santo. Exerceu suas atividades espirituais em diversos locais, em outros terreiros, dando consultas em domicílio etc., até inaugurar a Tenda Espírita Mamãe Oxum, em 1984. Com o fechamento da Tenda, em 1988, passou a colaborar para a abertura do Ylê de Mãe Magali D’Omulu e, depois, veio a integrar a extensa e honrosa lista de filhos de santo de Mãe Vera de Iansã. Em 1995 abriu a CASA DE OXUM.

 

Palavras do nosso Zelador

“Por mais tortuosos ou difíceis que se apresentem os caminhos da vida, por mais subidas e descidas que você tenha que trilhar, nunca deixe que se esvaia a FÉ.”

Como diz a cantiga em louvor ao Senhor da Justiça, “Xangô colocou pedras em meu caminho, mas não eram para eu pisar/Com as pedras que Xangô me deu fiz uma gruta para Aie-ie-ô”.

Diariamente agradeço a Zambi por conceder-me a graça de ter orixás tão maravilhosos em meu Eledá, de poder contar com amigos tão leais nesta minha passagem terrena e de ter-me atribuído a missão de reger pessoas no caminho da espiritualidade.

Registro um agradecimento especial que ao meu orientador, mentor, amigo e companheiro de todos os momentos de minha vida espiritual, meu querido Marinheiro, que, com seu jeito maroto, brincalhão e extrovertido, apoiou-me e me apontou os caminhos a seguir, ensinando-me a ter a determinação do homem do mar.

Que meu Pai lhes abençoe

Jorge Henrique